SP: #29FestCurtas debate Periferia e Acessibilidade no Audiovisual

Em 2018, o Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo chega a sua 29ª edição e ocupa cinco espaços da capital paulista até o dia 2 de setembro: Museu da Imagem e do Som – SP, Cinemateca Brasileira, CineSESC, CINUSP, Centro Cultural São Paulo e Espaço Itaú de cinema – Augusta.

Esse ano, a programação do Festival retoma o projeto CURTA & MERCADO – Encontro de Profissionais sobre a Comercialização de Conteúdos Audiovisuais de Curta Duração, que traz para o público várias mesas relacionadas ao mercado de trabalho, entre eles dois importantes debates gratuitos:

periferiaA PERIFERIA NO MERCADO AUDIOVISUAL

Data:  Domingo (02/09)

Hora: 17h

Local: CCSP (Rua Vergueiro, 1000. Paraíso – São Paulo – SP)

Clique aqui para se inscrever.

Uma conversa sobre os desafios enfrentados na busca da primeira oportunidade, os cenários atuais e caminhos a percorrer nesta jornada, mediada pelo gestor e produtor cultural, Gil Marçal. Participam desta mesa Thais Scabio, diretora, produtora e roteirista, coordenadora do projeto de formação audiovisual no Jardim Miriam Arte Clube e recebeu o prêmio “Formação para competências Criativas”, do MINC pelo projeto pedagógico do “JAMAC Cinema Digital”; Peu Pereira, que atualmente prepara o documentário “Panarama – arte na periferia 10 anos depois”, estudou Ciências Sociais na Puc-SP e se destacou na realização de filmes documentários sobre a cena artística e cultural nas periferias de São Paulo; e JC João Carlos, morador da Cidade Tiradentes há mais de 30 anos, idealizador da produtora de vídeo Filmagens Periféricas e presidente na produtora Funk TV.

A ACESSIBILIDADE COMUNICACIONAL NO AUDIOVISUALacessibilidadenovo

Data:  Sexta (31/08)

Hora: 17 às 19h

Local: CCSP (Rua Vergueiro, 1000. Paraíso – São Paulo – SP)

Clique aqui para se inscrever.

 

A mesa, que terá tradução em libras, vai abordar a importância da inclusão, da acessibilidade, as técnicas para acessibilidade, além da responsabilidade do produtor com o produto, com explicações sobre as necessidades de cada parte (do realizador, produtor, pessoa com deficiência auditiva e visual). Participam Estela Lapponi, diretora do documentário curta-metragem ProfanAÇÃO (que traz quatro personagens, cada um com um tipo de deficiência) e Thais Ortega, coordenadora de acessibilidade da ETC Filmes, com mediação de Sidney Tobias de Souza, consultor de acessibilidade digital e comunicação inclusiva da SMPED.

 

Integra ainda a programação do CURTA & MERCADO, discussões relacionadas ao mercado de audiovisual, à produção de curtas com baixo orçamento e à distribuição destes formatos, além do Pitching de projetos do Kinoforum Labs. Clique aqui para acessar a programação completa do Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.