“O que Pode um Corpo?” é a primeira produção realizada por uma pessoa com deficiência (Victor Di Marco) na seleção oficial do Festival de Cinema de Gramado

O que Pode um Corpo?” é uma das perguntas mais significativas da obra do filósofo racionalista holandês Bauch Spinoza, também chamado de Espinosa, e é também o título do curta documental de Victor Di Marco e Márcio Picoli, que integra a seleção oficial do 48° Festival de Gramado, na Mostra Gaúcha de Curtas-Metragens.  O filme também foi premiado no 31º Festival Internacional de Curtas de São Paulo – KINOFORUM, com o Troféu Borboleta de Ouro – Destaque LGBT e com o Prêmio de Público.

TRAILER | O que Pode um Corpo? from Balde de Tinta Filmes on Vimeo.

São quase 15 minutos extremamente necessários e arrebatadores de um corpo contando sua história desde que nasceu. Ou melhor, desde que renasceu. Victor Di Marco além de diretor do curta é também o protagonista e nos leva a uma viagem que começa no útero de sua mãe.

A importância do curta é inegável, porque além de representar uma pessoa com deficiência em primeira pessoa na tela, também representa por trás dela e destacar isso é importante, por ser histórico. “O que Pode um Corpo?” explora e apresenta um corpo com deficiência e toda sua potência, pela primeira vez como realizador, em um dos festivais de cinema mais importantes do Brasil. “Sinto em mim o peso e a alegria de ser o primeiro diretor com deficiência a estar com um filme em Gramado! Que se faça história e que eu não seja o último”, comemorou Victor em seu instagram.

Espinosa ajuda a responder o questionamento que no documentário soa como uma provocação aos espectadores, especialmente aos chamados capacitistas (termo usado para se referir a pessoas que discriminam pessoas com deficiência e as consideram incapazes): “a estrutura de um corpo é a composição da sua relação. O que pode um corpo é a natureza e os limites do seu poder de ser afetado”. 

A pergunta de Espinosa fala de potência, não de capacidade. O que pode o corpo de Victor Di Marco? Qual a potência de um corpo constantemente apontado como incapaz?

São reveladas fortes vivências de Victor na condição de pessoa com deficiência, sua trajetória até aqui, que começa no primeiro segundo após sair do útero materno, sem vida, e toda sua caminhada, ainda em curso, para compreender a própria potência que é; e, com isso, nos levar também a compreendê-la, e fato.

O curta “O que pode um corpo?”, assim como todos os outros 18 curtas da Mostra Gaúcha de Curtas-metragens, será disponibilizado no Canal Brasil Play, nos dias 19, 20, 21 e 22 de setembro. A cerimônia de premiação e entrega de Kikitos será transmitida ao vivo, a partir das 21h, nos canais digitais do Festival de Cinema de Gramado (YouTube, Site e Facebook), pelo Canal Brasil, na TV e no YouTube, e pela TVE-RS, na TV, Site e YouTube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.