É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários realiza mostras onlines e gratuitas durante março e abril

No meio da quarentena tem É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários com programação online que abrange março e abril.

Diante das restrições de mobilidade causadas pela disseminação do novo coronavírus, a organização do evento reformulou seu programa original, que vai ser realizado em duas etapas. A primeira será um festival digital, com as mostras online ampliadas. A segunda será realizadas em setembro, com a programação de mostras competitivas brasileira e internacional e programas fora de concurso.

Até o dia 5 de abril, o Festival apresenta as mostras “Retrospectiva: Os primeiros premiados”, com quatro filmes premiados no festival É Tudo Verdade, e a “Experiência Cinematográfica”, uma seleção de cinco filmes que abordam o universo cinematográfico, com filmes sobre projeção, acesso ao cinema, crises no setor, locadoras etc.

Buriti Filmes - CINE MAMBEMBE - O CINEMA DESCOBRE O BRASIL
Cine Mambembe – o Cinema Descobre o Brasil (Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi, 1999, 56 minutos)
– Mostra “Experiência Cinematográfica”

As duas mostras estão disponíveis no site do Itaú Cultural.

O Festival apresenta também o o ciclo “Ano 1 – A Safra Brasileira no É Tudo Verdade, 1996“, com três longas e seis curtas nacionais (de 26/3 a 23/6), e exibe dois documentários sobre o cineasta José Mojica Marins, o criador do Zé do Caixão (de 26/3 a 26/4); e apresenta uma curadoria com importantes títulos exibidos no Festival e dirigidos por mulheres no último quarto de século. Clique aqui para acessar o catálogo com 10 títulos, entre eles o inédito “O Segundo Encontro”, de Veronique Ballot.

Por fim, no dia 3 de abril entra em cartaz a série Women Make Film- Um Novo Road Movie Através do Cinema (Women Make Film – A New Road Movie Through Cinema – Reino Unido, 2019), com direção de Mark Cousins. São 40 capítulos (840 minutos) que ficarão disponíveis na plataforma do Spcine Play apenas até o dia 10/04!

A partir de mais de mil clips de filmes rodados em treze décadas nos cinco continentes por mais 183 diretoras, Mark Cousins discute a história e a linguagem do cinema desenvolvidos pelas obras de cineastas como Agnès Varda, Alice Guy Blaché, Heddy Honigmann, Jane Campion, Kinuyo Tanaka, Maya Deren, Petra Costa, Safi Faye, Sally Porter e Sumita Peries, entre outras. Narrado por Tilda Swinton, Sharmila Tagore, Jane Fonda, Adjoa Andoh, Thandie Newton, Kerry Fox e Debra Winger.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.