[3 a 20 out] 8º Festival Internacional Pequeno Cineasta traz filmes sobre preconceito, sociedade e meio ambiente, produzidos por crianças e adolescentes

Uma câmera na mão e a criatividade de uma criança na cabeça!

A imagem pode conter: 1 pessoa, câmera e atividades ao ar livre

Muitas pessoas podem ainda se surpreender com o fato de que existe produção audiovisual infantil e infanto-juvenil no mundo inteiro e, especialmente no Brasil.  O Festival Internacional Pequeno Cineasta (FIPC), que chega a sua 8a  edição é a prova viva disso. Criado em 2010 pela atriz Daniela Gracindo, o encontro é realizado na cidade do Rio de Janeiro e tem duração de quase um mês: começa nesta quinta (3) e vai até 20 de outubro. A programação é livre,  totalmente gratuita e será realizada em três locais: Instituto Cervantes, Museu do Meio Ambiente do Jardim Botânico do Rio De Janeiro e Arena Carioca Dicró. Para acessar a programação completa e os endereços, clique aqui.

O FIPC reúne filmes feitos exclusivamente por cineastas de 8 a 17 anos do mundo inteiro e este ano contou com 350 filmes inscritos, 100 deles brasileiros e o restante de mais 19 países: Alemanha, Argentina, Austrália, Venezuela, Colômbia, Dinamarca, Espanha, EUA, França, Geórgia, Grécia, Holanda, Irlanda, Itália, Portugal, Índia, Sérvia, China e Uruguai, sendo esses quatro últimos estreantes no festival.

Além disso, o Festival demonstra preocupação com um dos pontos mais importantes quando se discute produção audiovisual feita por e para crianças e adolescentes: a formação de público, que passa essencialmente pela preparação e formação de educadores e professores.

Enquanto as mostras colocam as crianças em contato com produções de outras pessoas da mesma idade, participando do Júri Popular, e abrem espaço para que elas próprias possam aprender com oficinas gratuitas a se expressar por meio do audiovisual, o evento oferece também o workshop “Cinema na Sala de Aula” com a uruguaia Carolina Deveras (diretora e docente do TAA – Taller de Arte Audiovisual-, plataforma audiovisual e de educação escolar de cinema voltada para crianças e adolescentes), a fim de conscientizar cada vez mais professores e educadores e aprofundar o debate sobre a utilização do cinema como ferramenta de ensino e educação na sala de aula. A atividade será realizada na próxima terça e quarta-feira (8 e 9) e está com as vagas esgotadas.

Esse ano a programação conta com duas novidades: as mostras “Integração” e “Transformação”, criadas para destacar filmes relacionados a problemas sociais que estão cada vez mais presentes na infância e adolescência. A mostra “Integração” conta com filmes sobre preconceito e discute a importância da inclusão em todos os aspectos. Já para a mostra “Transformação”, os filmes abordam questões mais sociais, como  violência, pobreza, acesso a educação, trabalho infantil, entre outros. A novas mostras foram criadas por uma demanda dos próprios filmes inscritos, o que já demonstra também como as crianças e adolescentes estão vivenciando suas realidades e o que sentem necessidade de dizer.

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e câmera

“Este ano recebemos um grande número de filmes que colocam em foco a crise de valores que estamos atravessando. O FIPC abre este importante espaço de reflexão onde, através do cinema feito por eles, é possível articular compreensões de jovens de diferentes contextos sociais. Os filmes revelam que nossas crianças e jovens estão cientes do que está acontecendo e que desejam mudanças”, reflete Daniela.

Ao todo 40 curtas serão exibidos nas mostras competitivas e concorrem nas categorias nacional e internacional (criança e jovem). Os vencedores na escolha do público e do júri oficial serão anunciados no dia 20 de outubro, durante a cerimônia de encerramento, no Museu do Meio Ambiente, e levam para casa o troféu “Pequeno Cineasta” e uma claquete profissional da KODAK.

A programação completa está disponível em https://pequenocineasta.com.br/festival/.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

OFICINAS E WORKSHOP – COMO PARTICIPAR:

Oficina Claquete – Gratuita: retirada de senha 1 hora antes na bilheteria

Os alunos vão conhecer os conceitos básicos da linguagem cinematográfica, e as principais funções de uma equipe de cinema, através da experiência de realizar uma cena. O trabalho realizado pelo grupo será disponibilizado aos integrantes posteriormente em arquivo digital. Ministrante: Daniela Gracindo, criadora e diretora do projeto “Pequeno Cineasta” é formada em Cinema com especialização em Produção Executiva. Indicação: entre 10 e 16 anos. Até 10 vagas.

Local: Instituto Cervantes do Rio de Janeiro e Museu do Meio Ambiente do Jardim Botânico – sala multimídia

Datas e horários: 05 e 19 de outubro, sábado, das 10h às 13h. 

_

Oficina de Animação Ambiental – Gratuita: retirada de senha 1 hora antes na recepção do Museu do Meio Ambiente

– Através da utilização de diversos materiais disponíveis na natureza, como folhas, plantas, sementes, pedras e flores, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, os participantes darão vida e movimento aos materiais, experimentando a técnica de animação stop motion. O objetivo é desenvolver a linguagem da animação experimental, buscando inspiração no incrível Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Ministrante: Alexandre Juruena, diretor-geral do Anim!Arte — Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil. Professor e coordenador de oficinas itinerantes de animação, realizadas em instituições de 10 estados brasileiros. Indicação: entre 10 e 16 anos. 10 vagas.

Local: Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Datas e horários: 17 e 18 de outubro, terça-feira das 14h às 17h.

Workshop “Cinema na Sala de Aula” – Gratuito: inscrições pelo email naescola@pequenocineasta.com.br

– Voltado para professores e educadores, o workshop visa fomentar a utilização do cinema como ferramenta de ensino e educação na sala de aula. Ministrado por Carolina Deveras (URU), diretora e docente do TAA (Taller de Arte Audiovisual), plataforma audiovisual e de educação escolar de cinema voltada para crianças e adolescentes. Bacharel em “Ciências da Comunicação”, tem mais de 50 curtas-metragens produzidos, colecionando vários prêmios nacionais e internacionais. Desde 2013, fornece oficinas de cinema para crianças e jovens e treinamento para educadores. Sua missão é difundir a linguagem do cinema para que a criação audiovisual seja um direito de todos desde a infância. 40 vagas (por ordem de solicitação de inscrição)

Local: Instituto Cervantes

Data: 08 e 09 de outubro, das 09h às 13h.

Público Alvo: educadores e interessados

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.